segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Eclipse Lunar dia 21 de dezembro de 2010


Na passagem do dia 20 para o dia 21, nas primeiras horas da terça-feira, (21), às 2h40min da manhã, hora do Acre, começará um eclipse total da Lua, que terminará depois das 5h horas da manhã já com a Lua se pondo no horizonte, a oeste.

Dados para observação da evolução do eclipse com base na hora e posição do Acre, segundo uma simulação no Stellarium (Os horários podem sofrer alterações, pois trata-se de uma simulação):

  • 2h40min - começo da entrada da sombra da Terra sobre a Lua;

  • 3h10min - trinta minutos após o início do eclipse, a penumbra da Terra alcança metade da superfície lunar;

  • 3h40min - uma hora após o início do eclipse, a sombra da Terra passará da metade da superfície lunar;

  • 4h25min - uma hora e quarenta e cinco minutos após o início do eclipse a sombra da Terra cobrirá toda a superfície lunar;

  • 5h - duas horas e vinte minutos após o início do eclipse torna-se mais perceptível que a sombra da Terra começa a diminuir sobre a superfície lunar;

  • 5h30min - pôr da Lua, sumindo no horizonte a oeste, ainda com a incidência da sombra sobre metade da sua superfície.

Não percam esse evento raro. Pois, apesar de acontecer de madrugada, é um espetáculo muito bonito de se ver.

Peço aos professores que divulguem nas escolas, no Orkut, Twiter, enfim, em todas as suas redes de comunicação on-line de forma que os estudantes possam se preparar para esse evento astronômico.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Mostra Ciência do Cotidiano


Clique aqui

O SESC Acre recebe no mês de outubro a Mostra Ciência do Cotidiano, que integra o Projeto SESCiência, do Departamento Nacional do SESC. O evento vai mostrar que a ciência está presente no dia-a-dia de estudantes, professores e cidadãos em geral.

Este projeto fará parte da Semana de Ciências e Tecnologia e a UFAC junto ao Departamento de Física ajudará nas atividades como manipulação de equipamentos que reproduzem fenômenos físicos, seminários, oficinas pedagógicas, exibição de vídeos educativos, visitação monitorada e palestras.

O acervo da mostra é composto pelos seguintes equipamentos: Torre de Pisa, Cadeira Giratória, Gerador de Van de Graff, Sistema de Roldanas, Pêndulo de Newton, Máquina de Heron, Gerador Eletromecânico, Globo de Plasma, Rádio Galena, Máquina de Vapor, Espelho de Deformação, Economize, Mala Rebelde, Casinha de Consumo, Circuitos Elétricos, dentre muitos outros.

As escolas do Acre estão convidadas a participarem do evento seja na mostra de produções pedagógicas ou como visitação antecipadamente agendada. Para mais informações: 68-9999-2843.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Translação... voltas e mais voltas

A Terra realiza diversos movimentos no espaço sideral, sendo os principais o de rotação e translação. Existem outros não tão conhecidos, como o de precessão e de nutação.

O movimento de translação consiste no percurso que a Terra executa ao redor do Sol. Esse movimento é realizado de forma elíptica. Em decorrência desse movimento, ocorrem variações durante o ano quanto à distância entre o Sol e a Terra. Essas variações recebem o nome de afélio (quando aumenta a distância entre o Sol e a Terra) e periélio (quando se encontram mais próximos.

A característica variável do movimento resulta no aparecimento das estações do ano (verão, outono, inverno e primavera). No entanto, esse não é o único fator determinante, uma vez que deve ser levada em conta a inclinação do eixo da Terra (66° 33’) de acordo com sua própria órbita.

O tempo gasto para a realização completa do movimento de translação é de 365 dias e 6 horas, e 366 dias em anos bissextos. Os bissextos possuem 366 dias em razão do acúmulo das seis horas que restaram dos anos não-bissextos ao longo de quatro anos, que somados totalizam 24 horas ou 1 dia. Esse dia extra é acrescentado no mês de fevereiro (29).

Durante a execução da translação, a Terra se locomove em torno do Sol a uma velocidade de aproximadamente 108 mil km/h.

Bem, estou escrevendo essas informações para registrar que a Terra realizou aproximadamente 31 voltas ao redor do Sol, depois que eu nasci.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Softwares de Astronomia



Para meus queridos alunos, devido o grande interesse no programa Stellarium, estou publicando o link que leva a postagem de maio de 2009 para download.

Programas de Astronomia

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Vênus... Amor e Beleza!


Vênus é a deusa romana do Amor e da Beleza. Por falar em beleza, que maravilho está o céu do Acre esses dias. O planeta Vênus num brinda com sua beleza ao anoitecer. É normalmente conhecido como a estrela da manhã (Estrela d'Alva) ou estrela da tarde (Vésper) ou ainda Estrela do Pastor, isto dado seu brilho intenso e esplendoroso.

Na antiguidade esse planeta era bem conhecido. Registros foram encontrados na biblioteca babilônica. Os maias, por exemplo, montaram um calendário religioso baseado em seus ciclos. Os gregos pensavam que as aparições matutinas e vespertinas do planeta eram dois corpos diferentes, Pitagoras que corigiu o erro afirmando que se tratava do mesmo corpo celeste. Galileo Galilei foi o primeiro a observar suas fases em Dezembro de 1610, uma observação que sustentava a então discutida teoria heliocêntrica do Sistema Solar de Copérnico.

Inúmeras expedições não tripuladas, já chagaram nesse planeta. Hoje conhecemos um pouco deste misterioso visinho que tanto se parece com a Terra.

No entanto, sua real beleza é vê-lo daqui da Terra e imaginar quão misterioso é. Seu fascinante brilho e seu esplendor nas nossas noites aguçam os corações dos românticos e dos apaixonados.

Não deixe que os afazeres do dia a dia atrapalhem a observar as belezas ao nosso redor. Contemple o céu maravilhoso, fique imaginando e vislumbrando as belezas astronômicas. Viaje pelo cosmos e pense quão especial somos nós frente à imensidão desde universo.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Astronauta tira fotos da capital e outras cidades Brasileiras

No Twitter, Soichi Noguchi, astronauta da ISS, pergunta: "Qual o nome desta capital?". Os Brasileiros ao verem o plano piloto, responderam: BRASÍLIA.

Os astronautas residentes atualmente na ISS costumam registrar impressionantes imagens de algumas das principais cidades da Terra. Geralmente, as fotos são tiradas de uma distância entre 350 e 400 km do planeta.

Soichi, que já postou fotos de diversos pontos da Terra, como a Amazônia, a Ponte Golden Gate e o Monte Kilimanjaro, entre outras, tem conexão de internet na estação e pode fazer o upload das imagens em tempo real.

No início do ano, o astronauta publicou uma foto de Salvador e disse que a imagem era do Rio. Graças aos twitteiros de plantão, Soichi corrigiu as informações e publicou a foto correta algumas semanas depois.

Bem... Vamos perdoar... Ele é japa né?
Para conferir mais imagens da ISS entre no twitter do cara: http://twitter.com/astro_soichi

Veja algumas fotos publicadas no seu twitter:

Brasília

Encontro do Rio Negro com o Solimões

Rio de Janeiro
.
.
Salvador

sábado, 24 de abril de 2010

Hubble, 20 anos de sucesso!

O telescópio espacial Hubble comemora 20 anos de atividade no espaço. Em 24 de abril de 1990, acoplado ao ônibus espacial americano Discovery, que o colocou em órbita a 600 km de altitude, o telescópio Hubble entrou em órbita para mudar e ampliar a visão humana do Cosmos.

Pela primeira vez era possível ver mais longe do que as estrelas da nossa própria galáxia e estudar estruturas do Universo até então desconhecidas ou pouco observadas. O Hubble, de uma forma geral, deu à civilização humana uma nova visão do Universo e um salto equivalente ao dado pela luneta de Galileu Galilei no século XVII.

As principais atividades desse gigante da Astronomia é proporcionar a comunidade científica a possibilidade de investigar corpos celestes pelo estudo de suas composições, características físicas e dinâmica; observar a estrutura de estrelas e galáxias e estudar suas formação e evolução e também estudar a história e evolução do Universo.

Durante todos esses anos o Hubble recebeu três visitas espaciais da NASA para a manutenção e substituição de equipamentos obsoletos ou inoperantes. O último, ano passado, possibilitou prolongar sua vida em cinco anos. Isso mesmo, lamentavelmente nosso telescópio será em breve peça de museu e, diga-se de passagem, quem não queria visitar esse museu hein?

Isso porque hoje novas tecnologias estão sendo desenvolvidas, permitindo construir o novo telescópio sob uma nova concepção. Assim, em 2014 o Hubble será substituído por um bem mais potente: o telescópio espacial infravermelho James Webb Space Telescope (JWST).

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Mês da Astronomia

Astronomia, a mais antiga entre todas as ciências, está em alta. Além do tão glorioso 2009 - Ano Internacional da Astronomia - comemoramos em abril, o mês mundial da Astronomia. Uma gama de eventos, tais como: observações, palestras, vídeos, mesas redondas e visitas a planetários e observatórios estão sendo programados no mundo inteiro. Aqui no Acre, a programação segue com a Exposição Paisagens Cósmicas na Biblioteca da Floresta. Não deixem de conferir.

sábado, 20 de março de 2010

Olá outono!

Hoje, às 12:32, hora do Acre, teve inicio o equinócio de outono. Equinócio é definido como um dos dois momentos em que o Sol cruza o plano do equador celeste. Mais precisamente é o ponto onde a eclíptica cruza o equador celeste.

Isto significa que a partir de hoje, o Sol estará cruzando a linha do Equador rumo ao hemisfério Norte. Para nós acreanos significa que as chuvas deverão começar a reduzir mais ainda, iniciando o período do outono, época que principia as friagens, já que o Sol vai esquentar mais para o hemisfério norte dando início da primavera naquela região.

A palavra equinócio vem do Latim, aequus (igual) e nox (noite), e significa "noites iguais", ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo. Ao medir a duração do dia, considera-se que o nascer do Sol (alvorada ou dilúculo) é o instante em que metade do círculo solar está acima do horizonte e o pôr do Sol (crepúsculo ou ocaso) o instante em que o círculo solar encontra-se metade abaixo do horizonte. Com esta definição, o dia e a noite durante os equinócios têm igualmente 12 horas de duração.

Percebam como a cada dia o Sol fará uma trajetória no céu cada vez mais ao norte até atingir o ápice de inclinação em 21 de junho, que é solstício de inverno, época de noites um pouco mais frias. De 21 de junho em diante o Sol voltará a seguir sua trajetória para o sul, e vai tudo começar outra vez.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

"PARA O INFINITO E ALÉM!"


A NASA para incentivar crianças a estudarem o espaço, promoveu em 2008 uma parceria com a Disney/Pixar e convocou o mais destemido astronauta de toda nossa era: o patrulheiro do espaço da aliança intergaláctica, o Capitão Buzz Lightyear.

Juntos Disney e NASA criaram dois concursos para crianças americanas entre 6 e 12 anos. Em um deles, a criançada terá de contar como foi a aventura do boneco Buzz Lightyear na Estação Espacial Internacional, durante os 15 meses que ficou por lá, na companhia dos astronautas. E também criar uma aventura nova para o personagem.

O segundo desafio consiste na elaboração de experimentos científicos para serem realizados na Estação Espacial Internacional.

Os 12 experimentos mais interessantes, segundo uma comissão julgadora da NASA, serão feitos pelos astronautas, em suas missões no espaço.

A parceria entre Disney e NASA foi vantajosa: de um lado, a ida do boneco ao espaço, casaria com o lançamento de uma nova atração em dois parques temáticos Disney – o “Toy Story Mania!”, na Califórnia e na Flórida. De outro, a empresa ajudaria a agência a atrair a atenção de crianças para a ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Para quem não conhece, Buzz é personagem dos filmes Toy Story da Disney/Pixar, famoso pelo bordão: “para o infinito e além”. Nos filmes, é um brinquedo - um boneco de astronauta. Seu nome foi inspirado no astronauta da Apollo 11, Buzz Aldrin.

O boneco Buzz é o primeiro brinquedo astronauta a ter permanecido 467 dias no espaço. Foi lançado bordo do foguete Discovery STS-124 em 31 de maio de 2008. O maior tempo de permanência ininterrupta no espaço pertence ao russo Valeri Poliakov, que ficou 437 dias a bordo da estação espacial Mir entre 1994 e 1995. Mas, o boneco bateu com certa folga o recorde humano. Um grande passo para os personagens da ficção, não acham?

Veja o vídeo de Buzz Lightyear abordo da ISS:

video

Claro, como colecionador que sou, lógico que tenho o meu próprio patrulheiro intergaláctico. Na foto ele está ao lado do seu melhor amigo Woody e Bala No Alvo.